Sindimed inicia visitas às UBS para ratificar autonomia dos médicos quanto ao tempo de consulta

Data de publicação: 09/11/2022

    A Diretoria do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed-SE) visitou nesta terça-feira, 8, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Ávila Nabuco, situada no bairro Luzia, em Aracaju, com o objetivo de entregar ofício à coordenação da unidade, informando que o profissional médico tem total autonomia quanto ao tempo de atendimento de cada paciente.

   Tal liberdade vinha sendo cerceada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a qual estabelecia tempo quase que exíguo para o profissional médico cumprir extensa agenda de consultas, o que vai de encontro com o que preconiza o Conselho Regional de Medicina e o Código de Ética.

    A visita à UBS Ávila Nabuco, a primeira de uma série que contemplará outras unidades da capital, faz parte dos encaminhamentos firmados durante Assembleia Geral Extraordinária, realizada no último dia 1º de novembro, entre o Sindicato e os médicos lotados na Prefeitura de Aracaju.

   No entendimento do Sindicato, não cabe à instituição pública ou mesmo privada cronometrar o tempo de consulta como critério de eficiência do serviço, e que, somente cabe ao médico, na sua prerrogativa de autonomia, estabelecer o tempo necessário para melhor atender o paciente.

 “O objetivo foi levar esse ofício, que nós recebemos da Prefeitura de Aracaju, com relação às marcações das consultas com horário. Esse documento, assinado pela Prefeitura, é um contraponto de tudo aquilo que ela (a Prefeitura) mesma vinha estabelecendo, com aqueles regramentos de impor tempo de horário em consultas. Diante disso, estivemos na unidade Ávila Nabuco, a primeira a ser visitada pelo Sindimed, para conversar com a coordenação e com os médicos, na pessoa da médica Karbia Fernandes, a respeito de como os médicos devem atuar. É o médico quem decide o tempo de atendimento em cada paciente. A visita é uma ação, após assembleia da categoria”, explica o vice-presidente do Sindimed, Dr. Argemiro Macedo de Souza Filho, ao lembrar que o ofício também já foi encaminhado, via WhatsApp, a outros gerentes de UBS.

  Argemiro destaca ainda que a presença do Sindicato nas unidades é de suma importância, por dar maior segurança à classe.

  “Os nossos colegas precisam dessa presença do nosso Sindicato, porque eles se sentem mais protegidos. É interessante observar que somos sempre bem recebidos pelas coordenações das unidades. Ao longo do tempo, o Sindicato construiu essa imagem em defesa da categoria e da sociedade. É algo extremamente valioso estarmos nessas unidades, levando essas informações, questionando o gerente sobre o documento para que a própria Prefeitura reveja essa marcação de consulta tão rígida”, reiterou. 

Os médicos Alfredo José Andrade Vieira e Luiz Carlos Spina Macedo, ambos integrantes da Diretoria do Sindimed, também acompanharam a visita.