Presidente do Sindimed faz um balanço sobre a sua administração e fala sobre o Dia do Médico

Presidente do Sindimed faz um balanço sobre a sua administração e fala sobre o Dia do Médico
 
O presidente do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed) João Augusto, em sua entrevista na manhã desta quinta-feira, 15, no programa de Rádio da Jovem Pan, fez um balanço da sua administração à frente da entidade sindical e falou ainda sobre o Dia do Médico, que será comemorado no próximo domingo, 18 de outubro.]
 
Para João Augusto, em se tratando da profissão médica tem muito o que comemorar! Mas infelizmente essa pandemia mostrou o quanto a profissão médica é importante para a sociedade. “Nós tivemos o privilégio - se é que assim podemos dizer - de salvar muitas pessoas. Neste âmbito do exercício da profissão e do lado pessoal temos o que comemorar, mas no âmbito das condições de trabalho e da parte salarial, não tem o que comemorar” colocou João Augusto relatando o contratempo que os servidores estaduais tiveram com o corte das gratificações pelo governo do Estado. “Não estamos tendo o devido respeito dos governantes que o profissional requer e a saúde e assistência que a população necessita”.
 
Depois de três mandados à frente do Sindimed, como presidente, na próxima segunda-feira, 19, João Augusto permanece na direção executiva, mas passa o cargo para o médico José Helton. Ele lembra das algúrias que são inerentes ao ofício, mas também é grato pelo reconhecimento e carinho que recebeu nestes anos dos colegas médicos, das entidades médicas e dos seus pacientes, no lado profissional - porque mesmo como presidente, nunca se distanciou dos seus afazeres laborais. Segundo ele, quem vive e sofre com as consequências dos problemas, sabe cobrar melhor. “Mas se faz necessário para a Instituição da mudança de quem está no comando ”, coloca.
 
“Esse período foi muito gratificante. Agradeço a Deus, a minha família pela compreensão, em especial a esposa, pelo apoio e a paciência em face das tantas entrevistas, aos colegas médicos, porque sem eles a Instituição não existiria. Desde o começo da minha participação à presidência do Sindimed que as filiações vêm aumentando com novos filiados e isso é bom para a instituição e fortalece o trabalho do médico. Por sua vez, o médico compreendeu à importância de se filiar”, explicou João Augusto, que não deixou de mensurar em seu balanço que essa atividade de filiação, começou na gestão do presidente José Menezes. “Todos os componentes da gestão contribuíram imensamente, pois sem eles eu não teria tido esse apoio e o Sindimed não teria tido essa visibilidade. Fica o crédito para todos”.
 
Neste sentido, o presidente esclarece que a instituição se fortaleceu a sociedade compreende o papel do Sindicato na defesa do médico, na defesa de uma assistência à saúde onde a entidade é totalmente a favor desta reivindicação e reconhece a independência do Sindicato; prova disto, foi o episódio recente do uso indevido da imagem do presidente em um programa eleitoral. “O Sindimed está tomando todas as medidas jurídicas cabíveis para retirada da imagem, mostrando assim a independência do Sindicato.
 
Sobre o novo presidente, José Helton, João Augusto lembrou que foi por meio dele que entrou no Sindimed e se engajou na luta sindical como suplente da chapa, por ser à época médico do Exercito, impedindo assim de ser dirigente. “É uma pessoa totalmente carismática e bastante sociável; com certeza fará uma boa gestão junto a Argemiro e a todos. Sinto prazer em deixar a presidência, junto àquele que me convidou para o Sindicato”.
Com certeza cada um tem a sua característica em administrar; foi assim com José Menezes, comigo e José Helton terá a maneira dele, mas nunca deixará de lado o objetivo principal do Sindimed que é a defesa da categoria médica em primeiro lugar, seguida da defesa da assistência à saúde. João Augusto atribui todo o sucesso destes anos nas lutas do Sindimed, não só agora, nos anos em que esteve a frente do Sindimed, nestes 9 anos, mas nas últimas quatro gestões quando começou na vice-presidência com José Menezes e a todos que contribuíram para isto.

© Copyright 2015 - Rua Celso Oliva, 481 - Bairro 13 de Julho - Aracaju - Sergipe - Fone: (79) 3211-7575 / (79) 99971-6742