Sindimed vem acompanhando o pagamento mês a mês dos médicos que trabalham no Estado

Sindimed vem acompanhando o pagamento mês a mês dos médicos que trabalham no Estado

Há mais de um ano que o Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindimed) foi procurado pelos médicos que trabalham no Hospital de Urgências do Estado (Huse) com o objetivo de trazer a isonomia salarial entre os celetistas e estatutários por especialidade. Foram muitas idas e vindas ao hospital, com reuniões e paralisações além das reuniões constantes marcadas pelo Sindimed com os secretários de Saúde do Estado.

Enfim, depois de muita luta o Sindimed e os médicos conseguiram mais uma vitória, com os pagamentos das gratificações por função estratégia sendo feitos. Esse é o tema da Voz do Médico desta sexta-feira, 21, com o diretor sindical Erick Barboza.

De acordo com o diretor, em janeiro deste ano, em resposta aos ofícios enviados pelo Sindimed, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) através do ofício enviou o cronograma de pagamento destas gratificações. “O Sindimed vem acompanhando este cronograma que até o momento tem sido cumprido”, coloca o diretor.

Ainda de acordo com ele, para este mês de junho, está previsto o pagamento por função estratégia das especialidades de infectologia (celetistas e estatutários), plantonistas da UTI (celetistas e estatutários), além do cirurgia oncológica dos estatutários e ortopedistas estatutários.

“Nós verificamos que houve uma mudança no cronograma de contagem dos dias e foi feito alteração a cada dia 20, ou seja, o mês não é mais contabilizado do dia 1 ao dia 30. A SES está contando a partir do dia 20, e no mês passado houve pagamento de dez dias a menos para serem compensados posteriormente”.

Para o diretor do Sindimed essa atitude “é mais uma mudança que foi feita pela SES assim como a mudança do dia do pagamento há mais de um ano que não vem sendo cumprido dentro do próprio mês, ou no caso dos celetistas até o quinto dia útil e este ano estamos no sexto mês em que o pagamento vem sendo feito depois do dia 10, já ultrapassando o prazo para os celetistas bem como para os estatutários”.

Tomografia

É de conhecimento dos que trabalham no Huse, que existe um aparelho de encaixotado no Hospital, e isto já foi objeto de audiência no Ministério Público do Estado (MPE). Segundo Erick Barboza, foi dito que haveria um estudo da logística e da gerência da SES para saber para onde seria enviado este aparelho. “Nós sabemos que há hospitais como Propriá, Estância e o hospital de Lagarto que já tem uma demanda grande de pacientes na urgência com setores de Terapia Intensiva, plantonista de cirurgia geral, ortopedia e que poderia ter uma destinação útil deste aparelho que se encontra ocioso”, coloca o médico.

Ele salienta que o Sindimed entende o grave momento de crise que o país se encontra, mas o Sindimed não pensa apenas fazer cobrança mais também em ajudar e ser parceiro das autoridades da SES, da Fundação Hospitalar de Saúde. “Nós representamos os médicos que nos cobram medidas e que façamos o nosso papel. Portanto, pedimos a compreensão das autoridades e colaborem e tentem a solução dessa problemática, com o aparelho de tomografia ocioso”.

Regularização

Para finalizar, o diretor do Sindimed pede a compreensão dos gestores no tocante a regularização do calendário do pagamento até o quinto dia útil para os celetistas e dos estatutários que seja dentro do próprio mês, que já é uma conversa que vem sendo feita pelos diretores do Sindimed com os gestores e não vem sendo cumprida, como também que o pagamento das gratificações seja mantido.

© Copyright 2015 - Rua Celso Oliva, 481 - Bairro 13 de Julho - Aracaju - Sergipe - Fone: (79) 3211-7575 / (79) 99971-6742