Resultado da Assembleia Geral - PMA

Médicos de Aracaju, em assembleia geral, decidem por realizar manifestação no dia 12 de março. O ato será em apoio ao presidente do Sindicato dos Médicos que enfrenta ação judicial de queixa-crime movida pelo prefeito Edvaldo Nogueira

 

Em assembleia realizada na tarde dessa última quinta-feira, 07, os médicos de Aracaju decidiram realizar uma manifestação no próximo dia 12, data da audiência judicial de queixa-crime movida pelo prefeito Edvaldo Nogueira contra o presidente do Sindicato dos Médicos de Sergipe, João Augusto.

A manifestação, que terá início às 7h30 e seguirá até às 9h, já que a audiência está prevista para às 8h, ocorrerá em frente ao Juizado Especial Criminal de Aracaju, localizado na avenida Paulo Henrique Machado Pimentel, nº 170, Distrito Industrial de Aracaju – DIA.  O ato não é uma paralisação, mas sim uma ação de apoio. Os médicos comparecerão a manifestação e ao final seguirão para os postos de trabalho.

Entenda um pouco o motivo da ação movida pelo prefeito Edvaldo Nogueira contra o presidente do sindicato dos médicos:

O prefeito Edvaldo Nogueira afirma em processo judicial que o presidente João Augusto fez uma denúncia caluniosa, difamatória e que macula a sua honra e imagem perante a sociedade sergipana.

Para tanto, o prefeito utiliza trecho de uma entrevista realizada no programa televisivo Balanço Geral Manhã, da TV Atalaia, exibido do dia 16 de outubro de 2018. Segundo Edvaldo Nogueira, o presidente do Sindicato teve a intenção de dizer que o prefeito fazia "caixa 2" e com isso caluniar ou difamar.

A ação foi movida no período de greve de 2018 no intuito de intimidar a atuação do presidente, já que durante a paralisação o prefeito optou por desgastar a imagem dos médicos em uma greve prolongada, indo para o âmbito judicial. Ao invés de sentar e conversar, o prefeito saiu derrotado na justiça e em nenhum momento sentou para negociar com a categoria.

É importante esclarecer que nunca o presidente do Sindicato desferiu essas palavras ou quis insinuar algo deste tipo. Na entrevista foi dito que o governo está economizando com a greve e “caixa 2” seria o governo dar dinheiro público para uma empresa e essa empresa repassar, afinal, essa é a lógica do “caixa 2”. O princípio do “caixa 2” não é fazer economia. É exatamente o contrário, gastar muito, superfaturar. Situação totalmente distinta do teor da entrevista do Presidente do Sindimed.

© Copyright 2015 - Rua Celso Oliva, 481 - Bairro 13 de Julho - Aracaju - Sergipe - Fone: (79) 3211-7575 / (79) 99971-6742