PACIENTES DA UBS CÂNDIDA ALVES PARTICIPAM DO ATO PÚBLICO EM DEFESA DOS MÉDICOS DE ARACAJU

PACIENTES DA UBS CÂNDIDA ALVES PARTICIPAM DO ATO PÚBLICO EM DEFESA DOS MÉDICOS DE ARACAJU

A população que é atendida na Unidade Básica de Saúde (UBS) Cândida Alves, no bairro Santo Antônio participou na manhã desta terça-feira, 16, do Ato Público em defesa dos médicos de Aracaju que estão em greve há 89 dias; Eles pediam ao prefeito que negocie para que os médicos possam retornar aos seus postos de trabalho.

A concentração da manifestação foi na porta do Posto de Saúde. A população, além de dar depoimentos - todos em favor dos médicos - seguraram faixas, e entregaram panfletos à população que explica a verdade sobre a Greve dos Médicos de Aracaju. Os médicos inicialmente, foram proibidos pela gerência de panfletar na frente e dentro do posto, mas depois foi permitido.

A Guarda Municipal foi chamada com a intensão de barrar o ato, mas não conseguiu porque a população, apesar de estar inflamada, clamando 'Queremos Médicos", estava fazendo de forma respeitosa e pacífica, como toda manifestação realizada pelos médicos e Sindimed até o momento.

Os médicos que pleiteiam um reajuste de 2,94% e a implantação da Tabela Única para os médicos, tiveram a ‘GREVE DECRETADA LEGAL’, pela justiça, através do desembargador Diógenes Barreto e agora, aguardam o prefeito Edvaldo Nogueira chamar para negociar.

De acordo com o presidente João Augusto, “a população apoiou os médicos no sentido de fazer com que o prefeito Edvaldo Nogueira, receba, negocie, lance uma contraproposta para os médicos, com o objetivo de pôr um fim no impasse que já dura quase três meses”, frisa o líder sindical, salientando que essa foi a tônica dos usuários que são trabalhadores, e estão entendendo que o movimento grevista não é culpa dos médicos.

 

© Copyright 2015 - Rua Celso Oliva, 481 - Bairro 13 de Julho - Aracaju - Sergipe - Fone: (79) 3211-7575 / (79) 99971-6742